Fotografia e Conservação das Antas: uma parceria de sucesso

Atualizado: 19 de Mai de 2020

Por Andressa Gatti e Danielle Moreira



A pesquisadora Ana Carolina Srbek Araújo registrou o momento exato em que o Gustavo estava fotografando a anta, na Reserva Natural Vale.
Gustavo fotografando uma anta.

Sempre vimos lindas fotos e filmagens da natureza em documentários na televisão, notícias, blogs, sites de fotografias, livros, facebook, projetos de pesquisa e conservação da biodiversidade, etc. De uma certa forma, era tudo muito próximo, mas ao mesmo tempo distante de nós. Apesar de termos uma ideia do quão trabalhoso é fotografar os animais em vida livre e toda a paisagem, foi só quando começamos o Pró-Tapir é que a ficha realmente caiu.


Mas não iniciamos esse trabalho sozinhos. Na verdade, encontramos parceiros engajados na causa e que sempre estão interessados em registrar os animais silvestres, inclusive a anta, com o propósito de chamar a atenção da população para a conservação da fauna e flora.


Logo no início, nossos amigos Gustavo Magnago, Leonardo Merçon e Ilka Westermeyer nos proporcionaram belos registros. Com eles, tentamos aprender algumas técnicas de fotografias, mas para dizer a verdade, precisamos de muito treino e dedicação para isso! Afinal fotografia é uma arte, e é necessário paciência e sensibilidade.




Este é o Jorge, tranquilo, se deliciando em uma poça de água lamacenta. Léo e sua equipe tiveram o prazer de ficar observando ele por vários minutos.






Anta fotografada por Léo Merçon, na Reserva Biológica de Sooretama.


1000134_492509737491884_962889122_n